Oi, Eu sou a Celia

   Sou terapeuta, precisamente desde 1992 comecei a me interessar pelas práticas que, atualmente, chamamos de Sistêmicas ou Integrativas. 

 

    Minha origem é a área de Recurso Humanos, até o dia em que comecei a questionar profundamente essa ideia de ser humano ser um recurso. 

    Mas antes de tudo isso, eu dançava. E o movimento sempre me disse muitas coisas.

 

    A primeira linguagem que conheci foi a Hipnose de Milton Erickson. Erickson dizia coisas interessantes como, “no veneno, está o antídoto”; percebi o quanto somos intérpretes do mundo, pelos filtros dos cinco sentidos e das experiências que se transformam em verdades rígidas e que todas as coisas tem, pelo menos, duas faces entrelaçadas. 

 

    A partir daí tornei-me uma aluna/pesquisadora apaixonada por muitos métodos e saberes, além de buscar embasar estes conceitos em olhares científicos, quando desde então entrei em contato com autores, pensadores, cientistas e maravilhosos professores. 

 

    Em 1994, interessada em compreender mais sobre o paradigma corpo-mente, me formei em Hipnose Erikssoniana e Master em Programação Neurolinguística. 

    Fiz formações em Reiki, Auriculoterapia, Shiatsu e segui caminhando pelas terapias de base energética,  até conhecer o BodyTalk System em 2006, que foi determinante para que eu assumisse a minha versão Terapeuta como única atividade profissional. 

 

    Sou Terapeuta CBP PaRama vinculada a Associação Internacional de BodyTalk       ( IBA), desenvolvo meu trabalho em grupos de estudo, coordenação , projetos sociais, ofereço atendimento presencial em meu consultório no Rio de Janeiro e atendo pessoas em várias partes do Brasil e do mundo, à distância. Faço palestras com o objetivo de fomentar o interesse pelo BodyTalk e atiçar a curiosidade para o pensamento sistêmico. 

 

    Pratico e desenvolvo oficinas terapêuticas, baseadas na relação natural com o corpo, como princípio e fim da elaboração do que chamo de Fisiologia do Afeto.

     

    Sou consteladora pelo Instituto Koziner, de Constelações Familiares e Ferramentas Sistêmicas.

 

    Estou sempre estudando alguma coisa, de neurociência à geometria sagrada, de essências vibracionais à fisiologia humana, da nutrição à filosofia, porque o Universo é extremo em possibilidades e eu acho muito divertido conhecer sobre as coisas.

Me defino como terapeuta de abordagem sistêmica, sendo o BodyTalkSystem a prática fundamental e a filosofia central nas minhas atividades.

 

 

 

Celia Barboza
Terapeuta