Sentir dor não é normal

Atualizado: 2 de Jun de 2019


Arte em madeira- Castelo de Piria, Uruguai.

Sabe aquela dor que você tem faz tanto tempo que ela já é "da família" ?

 Pois é... sentir dor não é normal. A dor é nossa amiga, no aspecto de nos alertar para algo que não está bem. 

É um grande farol que inicia um caminho a ser trilhado. Mas se você acostuma-se com ela e despreza este sinal importante do seu corpo reclamando que ele não está feliz... provavelmente tem alguma coisa a mais por trás disso. 

As tradições das terapias integrativas, sejam chinesas, indianas, francesas ou xamânicas mostram que dor significa que algo foi "rompido" na nossa via de comunicação interna. O nosso "projeto" inicial, que contém todas as soluções, não prevê que sintamos dor, física ou emocional em caráter permanente.

 Mas o estilo de vida que nos impusemos conduz à dor. Sapatos anti anatômicos, estresse, raivas, comidas fast food, uma pressa danada pra fazer não sei o quê, aparelhos eletromagnéticos, desprezo do descanso, sono ruim etc etc etc.

 Estamos sujeitos a todos os benefícios e malefícios da vida moderna.

Estamos expostos a impermanência da vida.


Então é preciso deixar de construir uma certa afetividade com a dor, afirmações como "minha" hernia de disco, "meu nódulo, "minha" tristeza, "sou muito mental". Agir e pensar assim informa ao corpo que você deseja profundamente permanecer neste estado. É recomendável investigar a dor.

 É por isso que precisamos sacudir certas crenças e estados, e permitir o restabelecimento da comunicação interna original e até aprender a respeitar os próprios limites.

Sintoma é sinal. Sinal que diz: Ei! Olhe para cá, para dentro e profundo!

Posts recentes

Ver tudo

O Carro